Social Icons

Google+ Followers

Amor è Paciente, e Prova

O AMOR É PACIENTE
Uma das provas mais dolorosas por que se pode fazer passar o
caráter e a paciência de um homem foi a que sucedeu ao célebre filósofo
Abauzi, quando residia em Genebra. Parece-se em diversos pontos com
a desgraça que aconteceu a Newton e que ele suportou com igual
resignação. Entre outras coisas, Abauzi dedicava-se ao estudo do
barômetro e de suas variações, com o fim de deduzir as leis gerais que
governam a pressão atmosférica.
Durante vinte e sete anos fez, todos os dias, numerosas observações
que escrevia em folhas de papel preparadas para esse fim. Um dia, a
criada, que recentemente entrara ao seu serviço, quis mostrar o seu zelo,
pondo tudo em ordem. O gabinete de Abauzi, assim como todos os
outros aposentos, foi limpo e arranjado. Quando ele entrou, perguntou à
empregada: – Que fez do papel que estava à roda do barômetro?
– Oh, senhor!, estava tão sujo que o queimei e coloquei no seu lugar
este papel que está completamente novo, como o senhor pode ver.
Abauzi cruzou os braços e, depois de alguns instantes de luta
interior, disse com toda a paciência, resignado:
– Destruiu o resultado de vinte anos de trabalho; para o futuro não
mexa em nada do que estiver neste quarto!

0 comments:

Postar um comentário