Social Icons

Google+ Followers

A Mentira no Romantismo,A Estratégia de Satanás

A Mentira no Romantismo e Erotismo
Se quisermos ser livres dessas coisas, é importante que identifiquemos a mentira ao invés de tentar desesperadamente excluir os alvos ilusórios das nossas vidas.
No cerne do erotismo está a mentira que promete realização sexual, mas que, no fim, só produz frustração. O problema é que se eu não estiver andando em comunhão com o Senhor quando a tentação sexual chegar, a condenação pode me levar a esconder-me dele,e as trevas nas quais tentei me esconder serão o ambiente no qual a mentira prosperará. Precisamos enfrentar tais tentações de forma sincera e direta. Há ampla graça e perdão com Deus.
"Pois eles mudaram a verdade de Deus em mentira" Romanos 1.25
Vamos dar mais um passo adiante. O que é, exatamente, que está sendo prometido? Por que a promessa nunca pode ser cumprida? Situações específicas podem diferir, mas faça essas perguntas sobre cada tentação. Faça isso em comunhão com Deus. Ele é maravilhosamente compreensivo e totalmente incapaz de ser chocado ou escandalizado. A verdade o libertará.
Romantismo é superficialmente menos grosseiro que erotismo, porém a raiz básica de ilusão e irrealidade é a
mesma. Existe o mesmo desejo ilegítimo de experimentar algum benefício sem custo ou responsabilidade. Somos irredutíveis quanto aos males de se escapar para o mundo da fantasia por meio de drogas, e não percebemos que viver no mundo da nossa imaginação é fazer a mesma coisa, só que sem drogas.
É bom arrepender-se e ser perdoado, mas é ainda melhor, em comunhão com Deus, identificar a mentira e ser transformado de sonhador em alguém que tem visão e está preparado a ansiar e trabalhar em favor de um alvo alcançável.
Prometeram-nos que podíamos experimentar tragédia sem dor; amor sem doação; mistério sem incerteza. É tudo tão seguro. Podemos nos apaixonar sem nos machucarmos. Se as coisas não estiverem andando do jeito que queremos, podemos começar de novo com outro livro, ou começar a imaginar um relacionamento ilícito com outra pessoa. "Se alguém quiser fazer a vontade de Deus, conhecerá a respeito da doutrina..." (Jo 7.17)
Mentiram para nós. A vida não é segura. Precisamos da segurança do nosso Deus se quisermos vencer na vida real e não ficar nas ilusões do mundo bidimensional que nos rodeiam.


Quando mentimos, ferimo-nos a nós mesmos. A Bíblia diz em Efésios 4:25 “Pelo que deixai a mentira, e falai a verdade cada um com o seu próximo, pois somos membros uns dos outros.” 
O nono mandamento proíbe a mentira. A Bíblia diz em Êxodo 20:16 “Não dirás falso testemunho contra o teu próximo.” 
Quando mentimos não estamos seguindo o exemplo de Jesus. A Bíblia diz em Colossenses 3:9-10 “Não mintais uns aos outros, pois que já vos despistes do homem velho com os seus feitos, e vos vestistes do novo, que se renova para o pleno conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou.” 
Deus detesta a mentira. A Bíblia diz em Provérbios 12:22 “Os lábios mentirosos são abomináveis ao Senhor; mas os que praticam a verdade são o seu deleite.” 
Os que mentem são excluídos da presença de Deus. A Bíblia diz em Salmos 101:7 “O que usa de fraude não habitará em minha casa; o que profere mentiras não estará firme perante os meus olhos.”
Os que são desonestos não serão permitidos entrar na cidade de Deus. A Bíblia diz em Apocalipse 22:15 “Ficarão de fora os cães, os feiticeiros, os adúlteros, os homicidas, os idólatras, e todo o que ama e pratica a mentira.” 
Somos considerados mentirosos se dizemos que somos cristãos mas não obedecemos a Deus. A Bíblia diz em 1 João 2:4 “Aquele que diz: Eu o conheço, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade.” 
Os hipócritas são mentirosos. A Bíblia diz em Tiago 3:14 “Mas, se tendes amargo ciúme e sentimento faccioso em vosso coração, não vos glorieis, nem mintais contra a verdade.” 

Deus nos perdoará. A Bíblia diz em 1 João 1:9 “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.” 

A Estratégia de Satanás
O objetivo final de Satanás é oferecer um sistema que é governado por ele mesmo e por seus agentes, completamente alternativo à maneira como Deus quer as coisas.
A religião também faz parte dos seus planos. Satanás está sempre inventando novos sistemas filosóficos e religiosos no seu desejo benévolo, ou melhor, malévolo de atender às necessidades de todos. Satanás não tem compromisso com a verdade. Ele não está comprometido com satanismo ou magia negra da mesma forma como Jesus se compromete com a verdade do cristianismo. Ele não se importa se você é ateu, espiritualista ou panteísta. Não devemos nos surpreender com a variedade e falta de coerência no meio de sistemas não cristãos.
Certa vez, Deus falou com Bob Mumford: "Mumford, você e eu somos incompatíveis, e eu não mudo!". Porém Satanás não é tão inflexível assim. Ele o ajudará a edificar seu próprio sistema se você não conseguir achar algo com que se identificar.
Uma das principais ambições de Satanás é governar a igreja. Aqui ele precisa lançar mão de suas artimanhas mais sutis. Muitos cristãos acham que pelo fato de terem Deus no seu vocabulário estão livres da mentira do mundo, mas infelizmente há ampla evidência da sua infiltração no meio deles. Os cristãos continuam, em grande medida, independentes de Deus e
As reuniões da igreja são conduzidas como se a igreja fosse uma democracia. Um homem, um voto, sem levar em conta o caráter ou o dom, e sem discernir autoridade espiritual. Profissionalismo e formalidade permeiam a igreja, promovendo a mentira de que Deus não pode ser conhecido íntima ou pessoalmente. Mas "Aba" realmente significa "Papai". Os templos mais parecem tribunais, com dependências que lembram escritórios de advogados, ambientes pouco propícios para uma família.

A tática principal de Satanás não é convencer pessoas na igreja de que Deus não existe. Pelo contrário, por meio de promulgar constantes mentiras sobre a natureza de Deus, ele espera seduzir as pessoas e atraí-Ias para fora do seu lugar de descanso na graça incondicional de Deus para pensarem que deveriam estar fazendo algo para Deus. Dessa forma, sementes de independência são lançadas. Uma igreja que procura oferecer adoração ou serviço a Deus sem depender da capacitação da vida do Espírito está abrindo o caminho para Satanás mostrar sua carta de trunfo.
Creio que, nos próximos anos, haverá grande crescimento do interesse das pessoas pela religião. Entretanto, não terá nada a ver com a entrega da independência humana ou do reconhecimento de Jesus como Senhor. Será caracterizado por uma confusão de rituais, sinais sobrenaturais e idéias conflitantes. Será um avivamento religioso que servirá para fortalecer as pessoas na sua independência de Deus.
uns dos outros, cada qual cuidando do próprio jardim e limpando o próprio carro. Suas grandes preocupações são o preço da carne e se vão conseguir viajar de férias este ano. "Eu não queria que você convidasse pessoas para casa depois do culto sem me avisar - não arrumei a sala ainda."
A Saída
Como poderemos achar uma saída no meio de toda essa confusão? A resposta é maravilhosamente simples.

0 comments:

Postar um comentário